Sua energia, seu…

Você acorda bem disposto, abre a janela do quarto, e se depara com o céu clareando com o nascer do sol – e isso te dá uma sensação boa de despertar – toma aquele café com leite cheiroso, se arruma, se ajeita, e sai para o trabalho. No caminho, ouve uma música boa, pensa em alguém que gosta. Dá um leve sorriso de canto de boca ao lembrar de alguma situação engraçada. Pensa que apesar de toda a correria dos afazeres do dia, no final do expediente a sensação vai ser de que valeu a pena…

Daí você chega ao trabalho e encontra com alguém mal humorado, que te dá uma patada logo cedo, te criticando por alguma coisa sem sentido. Isso te afeta. Pronto. O seu dia que tinha tudo para ser perfeito, se transforma com uma nuvem pesada, cheia de negatividade. Você não vai produzir direito naquele dia. Isso é fato.

Você acorda cansado e com dor nas costas. Olha pela janela e está aquele tempo nublado e cinza. Abre a geladeira e percebe que esqueceu de fazer compra e não tem o que comer no café da manhã. Vai para o trabalho e aquele barulho no trânsito te incomoda. Passa na padaria que tem no caminho para tomar um café, se distrai por um seguro e acaba derrubando um pouco da bebida na roupa. Olha para o relógio e percebe que está atrasado. Já começa a pensar nos mil e um afazeres do trabalho que de imaginar já cansa. O estresse já começa. Aí você chega e cruza com uma pessoa que te deseja um bom dia com um sorriso no rosto tão gostoso que transmite uma paz sem tamanho. Pronto. O seu dia tinha tudo para ser pra baixo, mas se transforma com uma onda leve de sutileza. Você trabalha mais tranquilo e de bem com a vida.

SUA ENERGIA, SEU...

Somos influenciados o tempo todo. Pela mídia, pelos amigos, pela família, mas também pela energia de outras pessoas. Energia que pode ser boa ou ruim. E mais do que isso, influenciamos com a nossa energia também.

Parece besteira, ou tema de dinâmica de grupos motivacionais, mas ser uma pessoa que emana vibrações boas através de suas palavras e atitudes pode fazer um bem inimaginável para a vida de outras pessoas, e para a sua por conseqüência. Motivar, alegrar e incentivar o outro, pode te trazer um retorno melhor se você está trabalhando em equipe, por exemplo. Ter um parceiro que está tranquilo e feliz, melhora a produtividade de todos. A disposição para encarar os desafios é outra quando estamos de bem com a vida.

Além disso, se fechar para a energia ruim de outras pessoas, ajuda para que você não seja afetado pelo mau-humor alheio. Te prejudicando em tudo.

Ser uma pessoa alegre – mas não boba, que ri a toa – falo de ser leve, feliz e bem-humorada, isso torna os problemas e situações da vida um pouco mais fáceis de enfrentar.

Artigo da Veridiana Gonzaga, colaboradora do Blog Congresso Juvenil
[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

- Advertisement -

Deixe uma resposta