O maior dos pobrema

Como está seu português? Sim, é isso mesmo! Com as redes sociais, internet e tantos outros recursos fica explícito o domínio da língua de muitas pessoas…O colaborador Bruno Dalpubel traz um artigo falando sobre as pérolas do Facebook…

Li em algum lugar certa vez que por conta das redes sociais os jovens estavam escrevendo e lendo bem mais, estava-se solucionando um sério problema da juventude pré-internet (e pré-redes sociais) que era a falta da leitura entre jovens.

Ótimo isso! Toda hora chegando whats, toda hora lendo novos posts do face, isso sem falar de twitter, facebook Messenger entre outros. É muita coisa pra ler! E aí está o tal “pobrema”, é grande quantidade mas é pouca qualidade de escrita.

Separei algumas pérolas do facebook (o riso é livre): “final decemana” “buquer de flor” “ceja” e suas variações “seje” e “sege” e o principal, o mais aterrorizante e mais difícil do MUNDO o uso do mas!

Uma regra que a meu ver deveria ser simples de lidar, a maioria erra! E erra feio! Vamos lá, recapitulando: Uso do mas: conjunção coordenada adversativa, devendo ser utilizada em situações que indicam oposição (ele teve muito tempo livre, mas não fez a tarefa).

Uso do mais: advérbio de intensidade (hoje está mais quente do que ontem) Parece fácil, mas é fácil! É só prestar atenção.

Porém num país onde chamam a presidente de presidenta, acertar o uso do mas é o menor dos “pobremas”….

Artigo de Bruno Dalpubel colaborador do Blog Congresso Juvenil

- Advertisement -

Deixe uma resposta